Entrevista Bianca

OG : Bem, inicialmente muito obrigado por conceder um pouco do seu tempo. Para começarmos poderia nos dizer o seu nome e idade?

 Bianca : O prazer é meu. Meu nome é Bianca e tenho 16 anos.

 

OG :  No momento você trabalha, estuda ou faz faculdade?

Bianca :  No momento sou apenas estudante.

 

OG : Quando foi o seu primeiro contato com animes?

Bianca :  Bom, meu primeiro contato foi como o da maioria das pessoas, quando pequena através de Naruto e Dragon Ball, na época nem mesmo sabia que existia um termo para eles, porém só tive um interesse forte por anime há 3 anos atrás, por conta da minha melhor amiga.

 

OG : Você tem algum anime? Quais são seus preferidos

Bianca :  Meus animes preferidos são Fairy Tail, obviamente, Beelzebub, Air Gear e definitivamente Fullmetal Alchemist, foi ele que me levou a amar animes e mangas como amo hoje.

 Otaku_Gattai_Anime_Friends_20_07_14_294

OG : Todo mundo tem uma história para começar, você começou a fazer cosplay por influência ou porque você teve a ideia por si mesma?

Bianca :  Eu mesma que me levei a começar o hobby. Quando comecei a assistir Fairy Tail eu desde o primeiro momento que vi a Erza me apaixonei, quando decide ir no meu primeiro evento de anime eu só conseguia pensar “Eu só quero tirar foto com uma Erza”, eu comecei a pesquisar sobre o hobby por conta disso e foi assim que decidi fazer o meu primeiro cosplay.

 

OG : Qual foi o seu primeiro cosplay? E quais foram suas motivações para continuar a fazer seu trabalho? E dentre todas, qual foi a maior dificuldade que você encontrou?

Bianca :  O meu primeiro cosplay foi a Erza versão samurai. Desde o momento que decidi fazer cosplay eu passei por dificuldades, ela foi resumindo um fracasso, deu absolutamente tudo errado, não conhecia indicações e acabei por fazer em uma péssima costureira, além da peruca ter caído antes de chegar a metade do evento porque não sabia coloca-la direito, porém a motivação que me levou a continuar os cosplays foi em especial uma cosplayer chamada Amanda Knabben, que foi a única com experiência que me ajudou no evento quando eu já estava desistindo, ela provavelmente não se lembra de mim, mas me deu várias dicas e por fim me motivei por perceber que mesmo com as dificuldades todos evoluem e a diversão quando se usa um cosplay é algo que vale a pena no final.

 

OG : Você faz seus próprios Cosplays? Exemplo: Roupa, acessórios, armas, armaduras e etc …

Bianca :  Não, infelizmente não tenho essa habilidade, as roupas e acessórios eu faço em cosmakers e a peruca encomendo.

 

OG : De todos os seus Cosplay , qual o seu favorito?

Bianca :  Sem dúvidas é a Erza samurai que refiz desde o zero, embora seja a mais simples e comum ela significou muito para mim, foi com ela que conheci melhor esse “mundo” e fiz tantos amigos que valorizo hoje.

 bianca bayer

OG : Qual a sensação ao finalizar seu cosplay? Você é muita assediada em eventos em questão de pedirem fotos suas?

Bianca :  Na minha opinião, estar pela primeira vez com um cosplay pronto é uma das melhores sensações que tem, para mim é impossível ver que chegou e já não sair colocando tudo de uma vez. Normalmente eu tiro bastante  fotos nos eventos, principalmente com a mais nova armadura do purgatório, que ultrapassou as minhas expectativas.

 

OG : O que o mundo cosplay trouxe de bom para a sua vida pessoal ?

Bianca :  A melhor coisa que ele me trouxe foram meus amigos, em especial dois de meus melhores amigos que estão sempre comigo me apoiando.

 

OG : Você se arrependeu de algum cosplay que fez? Ou pensa que poderia ter melhorado algum?

Bianca :  Não, eu não me arrependo de nenhum cosplay que fiz, nem mesmo do primeiro que foi um fracasso. Acredito que todos os erros e defeitos servem de lição para evoluir, por isso não penso que deva haver arrependimentos.

 

OG : O que seus pais acham de você fazer cosplay? Houve algum preconceito por parte deles ou dos seus amigos?

Bianca :  Bem, no começo foi meio difícil para aceitar, não só meus pais como o resto das pessoas ao meu redor, por ser algo novo é normal que haja certo preconceito, minha mãe foi a única que aceitou desde o começo os cosplays, foi difícil muitas vezes ouvir algumas coisas de certas pessoas, porém isso vem diminuindo bastante conforme vão conhecendo mais sobre o hobby e esse mundo, não digo que não há ainda preconceitos por parte de algumas e isso é difícil as vezes, mas não levaria como motivo para deixar de fazer algo que gosto.

 

OG : Algum personagem em vista para um futuro cosplay ?

Bianca :  Com certeza, para o ano que vem está previsto três cosplays: A Mikan de Air Gear, Kitana de Mortal Kombat e mais uma armadura da Erza que é segredo.

 

OG : Você já participou de algum concursou? Já ganhou algum prêmio? Se sim, qual?

Bianca :  Eu não costumo participar por morrer de medo do palco, porém no Anime Friends esse ano subi pela primeira, apenas para o desfile, mesmo que não tenha ganho nenhum prêmio valeu muito a pena a experiência.

 

OG : As pessoas já te reconheceram fora dos eventos como cosplayer? Ou nos evento sem que você estivesse com cosplay?

Bianca :  Sim, já me reconheceram num dia de evento que fui sem cosplay, eu fiquei muito feliz, afinal não sou nenhuma famosa e me alegra saber que as pessoas estão gostando dos meus cosplays.

 

OG : Você gosta de música japonesa também? Quais são suas músicas, cantores(as) ou bandas favoritas?

Bianca :  Sim, em geral escuto as dos animes mesmo, mas minhas bandas japonesas favoritas são Flow, One ok rock e Back-on.

 

OG : Como hobby o que você gosta de fazer quando não esta nos eventos de cosplay ?

Bianca :  Meu maior hobby é desenhar, desenho desde pequena e posso dizer que é a coisa que mais gosto de fazer, até mesmo mais do que cosplay.

 

OG : Você curte games? Joga algum online ou console? Se sim, qual é seu jogo favorito?

Bianca :  Eu gosto de jogar desde pequena, porém não sou nenhuma viciada e jogo só de vez em quando, atualmente eu jogo mais Nintendo 3DS e PS3, mesmo sendo muito infantil um dos meus jogos favoritos é Mario Kart, acho que por influencia de ter sido o primeiro jogo que gostei na vida, isso quando jogava Nintendo 64 com meu irmão, e claro Mortal Kombat que não posso esquecer.

 

OG : Já aconteceu alguma coisa engraçado ou inusitada com você em um evento ?

Bianca :  Coisas engraçadas é o que não falta em eventos de anime, mas tem duas que não tem como esquecer: o fato de ter ficado nua no meu primeiro cosplay, por causa das faixas nos peitos que acabaram caindo, agora dou risada, mas quase morri na hora; e a segunda foi no ultimo evento que duas pessoas desconhecidas começaram a correr na minha direção e acabou que, quando sai correndo fugindo, eles me perseguiram até nós cansarmos, foi algo muito estranho por acontecer do nada.

 

OG : Qual é a sua opinião sobre os cosplays atualmente? Você acha que eles melhores ou piores?

Bianca :  Na minha opinião os cosplays estão evoluindo bastante, o nível está cada vez ficando mais alto e isso me anima, nesse ultimo Anime Friends me surpreendi pelo preparo e cuidado dos cosplayers em relação ao hobby.

 

OG : Por fim, muito obrigado pela sua participação e por nos ceder essa entrevista. Se você quiser, deixe uma mensagem para seus fãs e amigos!

Bianca :  Obrigada pela oportunidade de fazer esta entrevista. Quero muito agradecer aos meus amigos por me ajudarem quando preciso, principalmente nos cosplays, afinal para ficar penteando peruca no evento e ajudar com a armadura tem que ter muito amor kkkkk, agradeço por estarem sempre ao meu lado me apoiando em todas as loucuras, brincadeiras, cosplays e, rezumindo,em tudo, sem vocês tudo isso não seria divertido como é.

bianca bayerlen

You may also like...

Deixe uma resposta