Entrevista Renato M. Rosina

OG : Bem, inicialmente muito obrigado por conceder um pouco do seu tempo. Para começarmos poderia nos dizer o seu nome e idade?
Renato : Meu nome é Renato Maineti Rosina, tenho 19 anos, e sou conhecido no “mundo cosplayer” por Nato Kun, Len ou Rin-kun e até mesmo Totoro ahaha.

OG : No momento você trabalha, estuda ou faz faculdade?
Renato : Eu sou designer, e estou terminando minha graduação em Nutrição e Dietética.

OG : Quando foi o seu primeiro contato com animes?
Renato : Desde que me conheço por gente eu tenho contato com animes, comecei assistindo Sakura Card Captors, seguidos por CDZ, Sailor Moon, Digimon, Pokémon, e por aí vai, e estou até hoje nesse meio de animes e mangás.
10602933_696819227072661_1935904976_n
OG : Você tem algum anime? Quais são seus preferidos?
Renato : Tenho um anime preferido sim, no caso é Ao no Exorcist (Blue Exorcist), é um anime que eu segui desde seu lançamento, e que acabei criando uma paixão muito grande, onde minha coleção só vem aumentando tanto em questão dos mangás, como também em plushies e figures.

OG : Todo mundo tem uma história para começar, você começou a fazer cosplay por influência ou porque você teve a ideia por si mesmo?
Renato : Primeira vez que fui em um evento, foi em meados de 2009, onde acabei me deparando com personagens vivos que para mim foi encantador, parecia que tinham saído das telinhas, mangás e animes…para a vida real!
Foi quando comecei a pesquisar mais sobre o que era cosplay e significados em geral. Desde então entrei nessa “vibe” por ter visto que eu poderia representar um personagem que eu gostasse bastante em um determinado evento/local, onde isso tudo é extremamente normal, local onde você pode interpretar e expressar seu personagem livremente.

OG : Qual foi o seu primeiro cosplay? E quais foram suas motivações para continuar a fazer seu trabalho? E dentre todas, qual foi a maior dificuldade que você encontrou?
Renato : Meu primeiro cosplay foi o personagem: Kagamine Len na versão default, do softwarede voz  Vocaloid. Uma de minhas motivações certamente é o carinho e o reconhecimento que tenho com o pessoal dos eventos e fora deles, por vias de redes de comunicação social. A maior dificuldade em que eu encontrei a princípio foi manter esse hobbie, por que, querendo ou não, se torna caro, pois você faz um personagem e já logo quer fazer outro e assim vai indo, onde vira meio que um vício, e acaba consumindo uma quantia meio grande de dinheiro para acessórios, tecidos e afins. “hehehe”

OG : Você faz seus próprios Cosplays? Exemplo: Roupa, acessórios, armas, armaduras e etc …
Renato : Eu tento fazer o máximo possível que está ao meu alcance, por não ter um manejo muito adequado e especifico em costura, acabo que por procurar cosmakers (que são quem faz o cosplay) para poder fazer determinadas peças do cosplay em si. Eu geralmente customizo minhas próprias wigs, tentando sempre deixa-las o mais próximo possível do personagem.

OG : De todos os seus Cosplay , qual o seu favorito?
Renato : De todos que já fiz, o que eu mais gosto e me identifico sem sombra de dúvidas é o meu Okumura Rin do Ao no Exorcist.
10617581_696819237072660_2067255874_n
OG : Qual a sensação ao finalizar seu cosplay? Você é muito assediado em eventos em questão de pedirem fotos suas?
Renato : A sensação principal é de alívio pelo término do cosplay em si, depois vem as gratificações que encontramos sempre em eventos, por vias de elogios e até mesmo críticas construtivas. Olha, quando estou com determinado cosplay acabo que sendo mais “procurado” não diria assediado, para conversas, fotos e afins.

OG : O que o mundo cosplay trouxe de bom para a sua vida pessoal ?
Renato : O mundo cosplay me trouxe algumas amizades que eu nunca imaginei que teria e que tenho até hoje, sem falar pessoas para tirar dúvidas e compartilhar do mesmo assunto.
OG : Você se arrependeu de algum cosplay que fez? Ou pensa que poderia ter melhorado algum?
Renato : Nunca me arrependi de nenhum cosplay que eu já tenha feito, pelo contrário, gosto muito de cada um que já fiz, e sim, sempre penso que posso estar melhorando e aprendendo a cada dia, para deixa-los mais próximos possíveis e fiéis aos personagens originais.

OG : O que seus pais acham de você fazer cosplay? Houve algum preconceito por parte deles ou dos seus amigos?
Renato : Meus pais apoiam numa boa, até ajudam no que podem e quando podem. Não houve nenhum preconceito por parte deles ou de amigos, mesmo porque a maioria das pessoas que eu convivo, estão nesse meio, então não há motivos para isso, mas sim sempre tem um ou outro que olha torto, mas eu não ligo e acaba que passando despercebido isso para mim.

“”minhas contas estão aqui, se eles quiserem pagar fico agradecido!””

OG : Algum personagem em vista para um futuro cosplay ?
Renato : Sim, sim, tenho alguns personagens em vista e já em andamento. Irei dar o nome de apenas um deles, que no caso é meu Hijikata Toshizo da série Hakuouki. “oops falei um dos que estão por vir rsrs”

OG : Você já participou de algum concursou? Já ganhou algum prêmio? Se sim, qual?
Renato : Sim já participei algumas vezes, mas não é meu foco em eventos em si, meu foco mesmo são fotos. Ganhei alguns prêmios de 3º, 2º e até mesmo em 1º lugar, em categorias como Desfile e Apresentações Individuais e em grupo.
10617606_696819387072645_1483791302_n
OG : As pessoas já te reconheceram fora dos eventos como cosplayer? Ou nos evento sem que você estivesse com cosplay?
Renato : Algumas pessoas sim outras não muito, onde ficam naquela de: será que é ele mesmo?!

OG : Você gosta de música japonesa também? Quais são suas músicas, cantores(as) ou bandas favoritas?
Renato : Gosto sim, meu estilo vária muito com meu humor, não me rotulo com algum tipo de gosto musical, pois acabo que por gostar de diversos gêneros, não só em músicas orientais. Vou listar alguns:
– Superfly
– Misia
– Remioromen
– Fukui Mai
– Rihwa
– Begin
– Manaka
– Gackt
Geralmente é sempre coisas que quase ninguém ouve ou acaba gostando haha.

OG : Como hobby o que você gosta de fazer quando não esta nos eventos de cosplay ?
Renato : Gosto muito de ficar criando artes (por trabalhar com design), desenhar, buscar referências em geral, e ouvir música.

OG : Você curte games? Joga algum online ou console? Se sim, qual é seu jogo favorito?
Renato : Gosto mas não sou tão aficionado assim, jogo Ragnarok Online – bRO (LevelUP!) e Pangya! e por hora são os meus dois favoritos.

OG : Já aconteceu alguma coisa engraçado ou inusitada com você em um evento ?
Renato : Sim, sempre acontece, é incrível! Hahaha
Foi engraçado uma vez em que eu estava com um cosplay (Gakupo – Vocaloid na versão Matryoshka) que tinha um cabelo muito grande e roxo, e eu estava de costas, e foi quando passou alguém e perguntou se era cosplay de Athena! (CDZ) –eu ri …. não me aguentei e acabei rindo pois foi muito engraçado.
Outra coisa é estar comendo na área de alimentação, e pedirem foto, você gentilmente tira a foto e quando você encontra pelas redes sociais, você está com metade do “almoço” na boca tentando fazer a pose do personagem.

OG : Qual é a sua opinião sobre os cosplays atualmente? Você acha que eles melhores ou piores?
Renato : Hoje em dia os cosplays atualmente estão bem completos, devido vários sites apresentarem uma gama de acessórios próprios para cada personagem, mas acredito que cosplay é mais bacana a gente mesmo tentar fazer, do que já comprar um totalmente pronto, nem que seja um “simples botão diferenciado” que o personagem apresenta.
Em questão de acabamentos estão melhores sim, mas acredito que acabou o cosplay em si, aquele hobbie da diversão, e acabar virando rivalidade entre cosplayers, onde um quer ser melhor que o outro, saindo desse mundo cosplay que para mim como já disse, é significado de diversão.


OG : Por fim, muito obrigado pela sua participação e por nos ceder essa entrevista. Se você quiser, deixe uma mensagem para seus fãs e amigos!

Renato : Só tenho à agradecer a todos que acompanham meus cosplays, que apoiam e que estão sempre presentes para que tudo isso possa ser gratificante para minha pessoa.

Minna arigatou ne! 

10609116_696819380405979_1433852350_n

You may also like...

Deixe uma resposta