Entenda porque alguns tinham receio de produzir o PS1, Nunca desacredite dos seus sonhos.

Durante a Develop Conference que está acontecendo em Brighton (via MCV), Andrew House, presidente da Sony Computer Entertainment, contou algumas curiosidades sobre os primórdios do nosso querido console. Por exemplo, o aparelho que hoje conquistou o mundo, foi desacreditado pela equipe. Inacreditavelmente parece que ninguém, ou quase ninguém, acreditava no poder do Playstation, mais precisamente do primeiro console da Sony.

 we 2000 U-23 front

 “O PSOne era visto de uma forma extremamente negativa por grande parte da corporação, quando perguntaram se alguém queria ser voluntário para fazer parte do projeto, ninguém quis fazê-lo, exceto eu”. Isso que eu chamo de um cara de visão… rsrsrs.

Ele continua: “Quando me mudei para a Sony, o meu chefe da época disse-me que eu era um idiota e perguntou-me porque eu queria trabalhar num brinquedo. Ele chegou a me dizer ‘Isso nunca terá um papel de peso dentro do modelo de negócio da Sony‘”.

A realidade foi um tapa na cara de quem não acreditou em Andrew House, hein? O PlayStation foi um dos consoles mais vendidos no mundo desde o início e é um marco de uma nova era de sucesso dentro da Sony.

Muita gente abandonou marcas lendárias na época como a Nintendo e a SEGA, tanto que hoje em dia a Sony está em uma posição de liderança no mercado com todo o sucesso do PS4. Imagina se a Sony tivesse deixado o “brinquedo” de lado e não tivesse entrado nesse mercado, o que seria de tantos jogos de alta qualidade que a empresa não produz. 

ps1 11111111111111111111111111

Lançado em 3 de dezembro de 1994 no Japão e em 29 de setembro de 1995 nos Estados Unidos. Desde o seu lançamento até 2006 (quando sua produção foi extinta), o PlayStation vendeu mais de 103 milhões de unidades , superado pelo seu sucessor, o PlayStation 2, com 150 milhões de unidades comercializadas. Inicialmente o Play Station(separados mesmo) seria um leitor de CD-ROM para o SNES, sendo produzido em conjunto com a Nintendo. Mas o acordo entre as empresas foi rompido. A SONY ficou furiosa com a decisão.

Então Ken Kutaragi convenceu os executivos da SONY a continuar com o projeto. Foi aí que nasceu a divisão SONY COMPUTER ENTERTAINMENT, com o objetivo de implementar no mercado, um novo console de videogame: O PlayStation. Mal sabia a Nintendo, que nascia ali, o seu maior rival no mundo do entretenimento eletrônico. O PlayStation tinha como característica marcante, a nível de usuário, um leitor de CD-ROM, muitos jogos exclusivos, como FINAL FANTASY, da produtora SQUARE (Hoje SQUARE-ENIX)e grande quantidade de lançamentos.

Já a nível das produtoras, o console tinha extrema facilidade para se programar jogos novos, a SONY tinha uma política amigável e a grande capacidade de armazenamento do CD-ROM (para a época). O PlayStation, tinha apenas 32 bits, frente ao Nintendo 64, que tinha 64 bits. Mas, nem por isso, o console se mostrou menos “valente”. O aparelho foi contemplado com jogos de grande sucesso, como o já citado FINAL FANTASY e suas continuações, RIDGE RACER, TOMB RAIDER, RESIDENT EVIL, DINO CRISIS, PARASITE EVE, GRAN TURISMO, CRASH BANDICOOT, entre muitos outros jogos.

fonte: oul/wikipedia

You may also like...

Deixe uma resposta